Tudo sobre a finasterida.

queda cabelo

Finasterida

Finasterida é o nome de medicamentos genéricos como Proscar e Propecia. A finasterida ela foi desenvolvida originalmente pela famosa companhia farmacêutica Merck como um grande medicamento (Proscar) para o tratamento eficaz da hiperplasia prostática.

 

Durante a maioria das experiências em homens que tem problemas de próstata, os pesquisadores perceberam um peculiar efeito colateral: crescimento de cabelo. Como o finasterida já tinha uma certa aprovação do governo americano (FDA) como um tratamento para hiperplasia prostática, a Merck decidiu então investir no desenvolvimento da famosa finasterida como a primeira e melhor pílula para o tratamento focado na calvície masculina.

 

Como a Finasterida Funciona?

 

A explicação é um pouco complicada: o devido sucesso da finasterida em fazer o seu cabelo crescer se deve à sua grande capacidade de inibir especificamente a 5-alfa-redutase, que é a enzima que converte a testosterona em um hormônio muito mais potente chamado dihidrotestosterona (DHT).

 

Até hoje, essa é a única forma eficaz e totalmente comprovada cientificamente de impedir o tal processo da queda de cabelo e também ajuda a diminuir os níveis de DHT. A Associação Americana em Queda de Cabelo recomenda fortemente a finasterida como sendo a primeira opção para todos os homens interessados nesse maravilhoso tratamento da calvície.

 

 

Tratamento com finasterida é eficaz na maioria dos casos

 

Segundo vários estudos realizados pelo um certo laboratório que pesquisou o seu uso e eficácia para o tratamento da alopécia, a finasterida geralmente interrompe a evolução da calvície em cerca de 86% dos homens tratados com esse produto.

 

O medicamento foi originalmente utilizado para o tratamento do aumento de sua próstata. A observação de todos os seus efeitos sobre a calvície de todos os pacientes que utilizavam o produto para esta certa finalidade, isso chamou a atenção do laboratório que imediatamente reduziu a concentração da finasterida, e também manteve os resultados sobre os seus cabelos e praticamente eliminou quase que totalmente a incidência de seus efeitos colaterais.

 

O Tratamento tem que ser contínuo.

Para manutenção do seu resultado, o tratamento SEMPRE deve ser contínuo pois, com devido a sua interrupção, o DHT volta normalmente a ser formado e o processo de miniaturização dos cabelos retorna a acontecer.

 

Lembrando que o tratamento deve ser prescrito e SEMPRE acompanhado pelo seu médico dermatologista que irá avaliar a sua necessidade exclusiva de solicitar exames antes de associar ou iniciá-lo outros medicamentos para a obtenção de seus melhores resultados.

Tudo sobre a finasterida.